sábado, janeiro 01, 2022

Brasil assume cadeira no conselho de segurança da ONU e deve mudar postura

imagem: reprodução

O Brasil assumiu neste sábado (1º.jan.2022) seu 11º mandato como integrante não permanente do Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas). O país deve ocupar o assento durante o biênio 2022-2023.

O Conselho de Segurança da ONU é formado por 15 nações. O colegiado decide questões consideradas de segurança internacional e atua em busca da paz. Muitas vezes também se manifesta e estimula negociações para paz interna dos países.

A volta do Brasil ao Conselho, no entanto, traz dúvidas sobre como será sua atuação. Ainda não está claro se o Brasil manterá a histórica combinação com a Argentina na atuação de ambos no Conselho de Segurança da ONU. Desde o início dos anos 2000, há sintonia dos 2 países nas posições que cada um expressa no colegiado. Bolsonaro não costuma ter essa postura de submissão a outros países e tem marcado território no âmbito internacional. Outro ponto que pode distanciar os dois países é que a Argentina é governada por um presidente esquerdista e que diverge de Bolsonaro ideológica e politicamente.

O pais que teve uma vitória esmagadora contra os adversários e venceu com 171 votos, Passa a ocupar a cadeira que tinha perdido desde o governo Dilma Rousseff onde foi chamado pelo chanceler israelense, há época, de nanico diplomático, por sempre votar contra o país.

📌Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.

Ajuda a esse blog a continua independente faz um pix, 
Chave. 84996104845

Nenhum comentário:

Postar um comentário