quinta-feira, março 03, 2022

Governo atende demanda social de 58 anos e entrega comportas do Pataxó

A obra era solicitada desde 1964 pelos agricultores e líderes comunitários da região.

Imagem: reprodução

Após 58 anos de espera, as comunidades que vivem em torno da Barragem Pataxó e as famílias da agricultura familiar que estão ao longo do Rio Pataxó terão segurança hídrica no abastecimento e produção agrícola. O Governo do Rio Grande do Norte entregou oficialmente nesta quinta-feira, 03, as comportas do reservatório, no município de Ipanguaçu.

“Esse é um momento histórico. Mais um sonho que estamos realizando. Destravamos todos os problemas e as comportas foram abertas. Isso é essencial, significa segurança para a região ao garantir abastecimento de água para a produção e o desenvolvimento”, afirmou a governadora em solenidade de entrega das comportas d’água da Barragem Pataxó.

A substituição da comporta (parte hidromecânica) dá início às ações de recuperação da Barragem Pataxó iniciadas no final de 2021, a partir do diálogo entre o Governo do Estado e uma comissão formada pela comunidade diretamente beneficiada.

“A substituição da comporta do reservatório dará as condições de operar o reservatório antes do início das obras de recuperação e atende a uma demanda social reivindicada desde 1964”, explica Carlos Nobre, Secretário adjunto de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh).

O reservatório integra a bacia hidrográfica Piancó-Piranhas-Açu e tem capacidade para 15 milhões de metros cúbicos. A função da comporta é fazer o controle das cheias, ajudar no uso adequado da água que será acumulada nesse período de inverno e garantir que seja utilizada de forma adequada durante o período de estiagem.

A outra medida, já em andamento, é a recuperação da parede do reservatório, realizada através do Projeto Governo Cidadão.  A obra, segundo o secretário estadual de Gestão de Projetos e Metas e coordenador do Governo Cidadão, Fernando Mineiro, “vai recuperar o Pataxó, que em toda a sua história nunca teve uma recuperação desse porte, e dentro das mais seguras e modernas regras do Brasil e dos padrões exigidos pelos os organismos internacionais”.

Os custos totais da recuperação da Barragem Pataxó apresentam valor estimado de R$ 11,6 milhões. O edital de licitação dessas obras foi publicado e as propostas serão abertas no dia 7 de março.

O projeto, que prevê o alargamento do coroamento da parede, de 4 para 6 metros, e da altura em 1,5 metros, está concluído e aprovado pelo painel de segurança de barragem, exigido pelo Banco Mundial.

Participaram da solenidade, ainda, o vice-governador Antenor Roberto; o secretário estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos {Semarh), João  Maria Cavalcante; o diretor presidente do IGARN, Auricélio Costa; diretor geral do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), Manoel Marques; o prefeito de Ipanguaçu, Valderedo Bertoldo, e a vice-prefeita Mara Carmelita; o vereador de Ipanguaçu Josimar Lopes, o vice-prefeito de Janduís, Elviney Soares Gurgel, e o vereador de Afonso Bezerra, Valdir Ubelino.

Mais cedo, a governadora fez a assinatura das ordens de serviço para recuperação da RN-233 e para reforma do Hospital Nélson Inácio dos Santos, em Assú.

📌Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário