domingo, maio 31, 2020

Grupo empresarial Eider Magazine frustra expectativa de geração de emprego e não cumpre papel social em Alto do Rodrigues

Imagens: Reprodução
Com a promessa de lançamento de um mega empreendimento no primeiro trimestre de 2020, entre os meses de janeiro e março, o grupo empresarial Eider Magazine, liderado por Eider Medeiros, silencia sobre o andamento imobiliário de um shopping center, onde prometia a contratação de dezenas de pessoas, com a criação de 90 empregos diretos e 80 indiretos, numa área com 4.500 mil metros quadrados, sendo 2.000 mil metros de área construída, com a disponibilidade de um estacionamento para 40 vagas e coberto com placa solar. 

Não bastasse a crise epidêmica que se abateu sobre o mundo, gerando desemprego e incerteza na vida das pessoas, principalmente as mais vulneráveis, já se fala no município sobre o silêncio no que se refere ao lançamento da tão prometida obra, que pelo anúncio divulgado nas redes sociais do grupo empresarial, se dariam entre janeiro e março de 2020, um pouco antes da crise do coronavírus no País. 

O tempo passou e o mês de junho chegou com frustração de expectativas, e ainda, o que a população local começa a despertar, é para a completa ausência de uma ação social, liderada pelo maior grupo empresarial local, em parceria, com outras empresas, e com o apoio da Associação Comunitária para o Desenvolvimento de Alto do Rodrigues, Fm Ouro Negro.

Diariamente a mídia nacional tem mostrado empresas de grande, e até médio porte, criando ações de solidariedade e ajuda às pessoas carentes, com doação de toneladas de alimentos, medicamentos, máscaras, álcool em gel e até objetos de uso doméstico. Em Alto do Rodrigues nem mesmo à rádio comunitária exerce o seu papel de relevância em prol da coletividade. Campanhas para a coleta de alimentos e ajuda aos munícipes, passa despercebido pela direção da emissora, que prefere a linha editorial de tão somente criticar a gestão pública municipal, com o único e exclusivo interesse em somar proveitos políticos, tendo em vista, a ligação familiar na composição dos integrantes da emissora, com políticos que exercem atividades partidárias no âmbito local.

O mínimo que as pessoas ainda aguardam, vai além do atendimento já destinado pelo poder público, com a oferta de assistência à saúde, o atendimento social e a manutenção dos seus empregos. O setor privado também precisa cumprir a sua função, não só com a geração de empregos e renda, mas principalmente neste momento de crise mundial, com o seu papel na construção de uma rede de solidariedade, e de ajuda financeira e distribuição de mantimentos, para a população mais carentes nos municípios.

📌Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.


Nenhum comentário:

Postar um comentário