sábado, novembro 23, 2019

MACAU: Um blogueiro enganador

Imagem: Reprodução
O blogueiro Edesio Silva costuma falar coisas sem provas, insinuar e acusar indevidamente a todos que não fazem parte da banda podre da oposição a que ele serve. 
Edesio vivia de fazer viagens para Natal com passageiros. Certa vez, houve um acidente em que duas pessoas morreram e outras ficaram feridas. O fato nunca foi devidamente esclarecido. Se houve irresponsabilidade da parte dele como motorista ou se foi apenas uma fatalidade. O fato é que houve morte e quando há morte há homicídio. Pode ser homicídio culposo, sem intenção de matar. Mas é homicídio. 
Pois bem, depois desse fato, Edesio ficou um período pelo benefício, recebendo dinheiro público como se fosse inválido para o trabalho. Na verdade, ele só estava inválido para enganar o INSS. Passou a receber dinheiro para bajular vereadores, como faz até hoje. 
Edesio presta assessoria informal a alguns vereadores que formam a banda podre da Câmara de Macau. Para isso, ele não está inválido. Para acusar quem faz parte do governo ele não está inválido. Recebe dinheiro público quando muitos que realmente precisam, são cortados do INSS. O blogueiro enganador precisa explicar ao povo o que realmente ocorreu naquele acidente e quanto ele recebe da Previdência como se fosse inválido. 
A banda podre da oposição de Macau é assim mesmo. Formada por corruptos, estelionatários, fraudadores e outros que cometem crimes mas são valentes para acusar quem pensa diferente deles. Fecham os olhos para os crimes cometidos por vereadores de oposição e tentam macular injustamente a bancada da situação, cujos parlamentares são limpos e não respondem a nenhum tipo de processo ou acusação, bem diferente de alguns que Edesio bajula e que são mais sujos que pau de galinheiro. 
Edesio vai ter que explicar ao INSS porque a doença que ele diz que tem, só o deixa incapacitado para trabalhar de verdade. Para agredir, ofender, mentir e sair correndo atrás de políticos sujos da oposição, não tem doença nenhuma. Para tentar enganar um promotor de Justiça usando um áudio fake ele não está inválido. O blogueiro enganador vai ter que se explicar ao MP a fraude que cometeu.  Os blogueiros que defendem a banda podre da oposição de Macau são assim mesmo: descaradamente defendem quem rouba e mente e batem em quem é correto e fala a verdade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário