quinta-feira, maio 21, 2020

Assú: Secretaria transmite a criadores que vacinação contra a Febre Aftosa foi adiada

Imagens: Reprodução
No que significa mais uma consequência da pandemia da COVID-19, sofreu adiamento a campanha de imunização contra a Febre Aftosa em Assú e em todo o Rio grande do Norte. A informação é repassada pelo secretário municipal de Agricultura, Pecuária e Pesca, Paulo Morais, a partir de confirmação obtida da área técnica do Instituto de Defesa Inspeção Agropecuária do Rio Grande do Norte – IDIARN. O secretário diz que a notícia tem a intenção de informar aos criadores de gado do município. Frisou que a retardação atende uma orientação vinda do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA.

O secretário municipal esclarece que, em razão disto, foi transferido para o mês de junho que se aproxima o início da primeira etapa da Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa. A imunização será durante todo mês de junho, continuando até o dia 30 do referido mês, e o produtor terá até o dia 15 de julho para declarar o rebanho. Nessa primeira etapa, a vacinação é obrigatória para os animais de todas as idades. O produtor rural cadastrado junto ao IDIARN deve adquirir sua vacina em uma das lojas autorizadas à comercialização e, após isso, aplicar a dose nos animais e providenciar a declaração do rebanho no escritório do IDIARN em Assú. 

📌Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário