sábado, maio 09, 2020

MACAU: Mulher será processada por espalhar fake news na saúde

Imagens: Reprodução
Usuária frequente das redes sociais, Vilma Alexandre, conhecida como Vilma Bento, será processada por difamação e também por espalhar fake news na cidade Macau. 

Há pouco tempo, quando fazia estágio para o curso de técnica de enfermagem, Vilma espalhou uma fraude nas redes sociais em que dizia que o prefeito de Macau, Tulio Lemos, tinha sido contaminado pelo Coronavírus (Covid-19) ao se encontrar com empresários chineses. Na verdade, a matéria se referia a um empresário de Natal que havia se encontrado com chineses em Pipa. 

Vilma tirou o nome do empresário e colocou o nome do prefeito de Macau, cometendo os crimes de falsidade ideológica, difamação e fraude. Tudo isso por radicalismo político, que vai lhe render processo na Justiça. O agravante dessa situação é que ela estava estudando para ingressar profissionalmente na área da saúde. Como confiar em um profissional que frauda informações  e ainda tem coragem de publicar a fraude nas redes sociais? O caso foi remetido para a instituição que Vilma Bento estava estudando, para mostrar a falta de ética e de respeito com o ser humano. Afinal, quem contrataria uma técnica de enfermagem que frauda documentos e mente sem nenhuma preocupação com as consequências que irá provocar? 

Neste sábado, Vilma Bento usou novamente as redes sociais para disseminar mentiras e provocar terrorismo na cidade. Disse que não havia médico no hospital, e o município estava sem diretor do hospital, sem secretária de saúde e outros profissionais, alegando que estavam todos infectados por coronavírus, causando constrangimento e descriminação aos profissionais em questão.

A secretária de saúde de Macau, Sâmia Morais, externou sua profunda tristeza com o desrespeito da senhora Vilma Bento, ao ponto de forma muito emocionada clamar por respeito aos profissionais da Saúde de Macau. A Secretária afirma que “Os direitos à liberdade de expressão não são absolutos e não podem servir de mantas protetoras em caso de divulgação e compartilhamento de notícias falsas deliberadas. A desinformação gerada pela “fake news” pode gerar efeitos nefastos, desde causar pânico social, injúrias e culminar até em guerras entre nações”.

Na verdade, Vilma Bento já foi alvo de uma investigação federal em relação ao fato de ter sido beneficiada pelo programa Bolsa Família mesmo sendo nomeado cargo comissionado na Prefeitura de Macau. Em depoimento prestado durante a investigação, Vilma confessa que ela e o marido estavam nomeados na Prefeitura e mesmo assim, recebia o dinheiro do Bolsa Família, tirando a possibilidade de alguém em real necessidade, receber o benefício. Uma ação de ressarcimento deverá cobrar o dinheiro que Vilma Bento recebeu indevidamente. 
As pessoas acham que a internet é terra sem lei. Não é bem assim. Quem escreve ou espalha mentiras ou agressões, terá um encontro com a Justiça e a punição é certa nesse tipo de caso. 

📌Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.



Nenhum comentário:

Postar um comentário