quarta-feira, novembro 10, 2021

MPRN: Poder Judiciário estadual determina novo afastamento do prefeito de Porto do Mangue e repercutiu em todo estado

Imagem: reprodução

O Ministério Público do RN (MPRN) obteve novo afastamento do prefeito de Porto do Mangue, Hipoliton Sael Holanda Melo (foto), por 120 dias.

A decisão (veja AQUI) do Tribunal de Justiça do RN (TJRN) é resultado de uma denúncia formal feita pelo MPRN pela prática dos crimes de falsificação de documentos públicos e utilização para falsear a verdade dos fatos apurados em investigação criminal.

Sael Melo já havia sido afastado do cargo durante a operação Terceiro Mandamento, deflagrada pelo MPRN em junho deste ano, justamente por embaraçar as investigações, mediante a omissão no cumprimento de requisições ministeriais de fornecimento de documentos públicos para apuração de ilícitos.

Na mesma ocasião, foi afastado o gerente contábil da Prefeitura Municipal de Porto do Mangue, Elizeu Dantas de Melo Neto.

Após a notificação pessoal, os acusados terão um prazo de 15 dias para oferecer resposta à acusação, frisa informação exposta através do portal virtual do MPRN na internet.

Mais uma vez a cidade repercutiu de forma negativa em toda as mídias, do estado. Veja o vídeo.

📌Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.

AG Soluções em Mídia
Atualmente, para se conectar com compradores, você precisa parar de empurrar sua mensagem e começar a atrair seus clientes. As regras do marketing mudaram e a chave para vencer é usar essa mudança a seu favor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário