sábado, junho 06, 2020

SUPLENTE DE VEREADOR MENTIU PARA A JUSTIÇA PARA ESCONDER QUE É PROPRIETÁRIO DE EMPRESA QUE VENDE PARA A CÂMARA DE MACAU

Imagens: Reprodução
Pouco depois que blogs veicularem uma denúncia envolvendo contrato entre a Câmara de Macau e a empresa Amigos Comércio e Serviços LTDA, o suplente de vereador, Celso Henrique, usou as redes sociais para tentar desacreditar a denúncia e acabou se complicando ainda mais. 

Em nota, Celso Henrique inicia dizendo que “NÃO POSSO contrato de material de limpeza com a Câmara Municipal”. E finaliza assinando “Celso Henrique SÓCIO ADMINISTRADOR das empresas Amigos Comércio e Serviços” 

Como se vê, Celso Henrique deixa claro e público que é proprietário de fato da empresa Amigos Comércio e Serviços LTDA, o que não seria nenhum crime. No entanto, o que Celso Henrique esqueceu foi que na justiça ele afirmou justamente o contrário, afirmando que não é proprietário da empresa. 

A afirmação mentirosa foi dita no processo judicial que Celso moveu contra um jornalista. Na ocasião, para esconder que tem ligação direta com a empresa, Celso Henrique afirmou em juízo que “ Isto porque, primeiramente, divergente do que é sustentado, o Autor NÃO é o proprietário da empresa AMIGOS COMÉRCIO E SERVIÇOS LTDA” 

A atitude do suplente de vereador é gravíssima. Mentir para a Justiça é crime e deverá levar Celso Henrique a ser condenado no processo que ele próprio entrou contra um blogueiro por dizer justamente que Celso é proprietário da empresa Amigos Comércio e Serviços. 

Como se não bastasse, na nota Celso Henrique ainda diz que a empresa não vendeu material de limpeza para a Câmara de Macau. Como assim? O contrato realizado entre a empresa Amigos e a Câmara de Macau foi publicado no diário oficial das Câmaras e aponta claramente que o objetivo é de “fornecer material de limpeza..”. 

Além de mentir para a Justiça, Celso Henrique também forjou contrato com a Câmara de Macau??

📌Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.


Nenhum comentário:

Postar um comentário