quinta-feira, novembro 12, 2020

Lei Aldir Blanc: Iniciado pagamento de parcelas a grupos e espaços culturais beneficiados em Assú

Imagens: Reprodução

Transmite o secretário adjunto de Cultura da Prefeitura do Assú, Paulo Sérgio Sá Leitão, que o município saiu na frente, em relação a outras cidades da região do Vale do Açu, no pagamento dos benefícios financeiros previstos pela Lei Federal nº 14.017/2020, chamada de Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, que prevê apoio emergencial ao setor cultural diante do estado de calamidade pública decretado pela União em função da pandemia da COVID-19.

Ele diz que a Prefeitura, via Secretaria Municipal de Educação e Cultura, iniciou nesta quinta-feira (12) o desembolso aos grupos e espaços culturais previstos no inciso II da mencionada Lei Federal.

O secretário destaca que estes beneficiários correspondem a ambientes religiosos de matriz africana, bandas musicais, núcleos de capoeira, teatro, produção fotográfica, quadrilhas juninas e ateliês artísticos.

A quantia paga a cada grupo corresponde a R$ 9 mil, representando três parcelas de R$ 3 mil, visto que a importância tem efeito retroativo ao mês de junho passado.

Os recursos são oriundos da União, entretanto, está sob a responsabilidade da Prefeitura, via pasta de Educação e Cultura, se encarregar do repasse monetário aos contemplados.

O objetivo central desta iniciativa é estabelecer ajuda emergencial para artistas, coletivos e empresas que atuam no setor cultural e atravessam dificuldades financeiras durante a pandemia”, ressaltou Paulo Sérgio.

📌Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário