segunda-feira, maio 23, 2022

Projeto “Rampa – arte museu paisagem” é apoiador do curta-metragem “Dionísia – Poema Além da Floresta”

Ficção inspirada na história de vida da intelectual potiguar Nísia Floresta, tem direção de Nilson Eloy e produção de Thalita Vaz e, estreia em junho na Casa da Ribeira

Imagem: reprodução
O projeto Rampa – arte museu paisagem tem orgulho em fazer parte de mais um lançamento de fomento à cultura, especialmente no que diz respeito à produção potiguar, esteja ela em qualquer uma das vertentes da arte. O projeto é apoiador do curta-metragem “Dionísia – Poema Além da Floresta” que retrata a infância e a adolescência da escritora, educadora e poeta Nísia Floresta Brasileira Augusta (1810-1885) – nascida em solo potiguar, em um pequeno povoado chamado Papary.  O filme tem elenco, direção e produção potiguar e estreia no dia 03 de junho, na Casa da Ribeira, em Natal/RN, em duas sessões, às 19h e às 20h. Os ingressos podem ser adquiridos pelo Sympla https://www.sympla.com.br/produtor/casadaribeira.

A história se passa no período de 1817 a 1824, e traz para o público uma Nísia pouco   conhecida - a criança, que ao lado dos pais, aprendeu a amar e respeitar a todos, sem distinção; e a jovem, que resolveu enfrentar valores impostos por uma sociedade preconceituosa, e quebrar paradigmas comportamentais em nome da liberdade feminina.

“O filme mostra como Nísia se transformou em uma mulher tão importante e forte. A educação que ela teve na infância, vinda dos pais, principalmente do pai dela, que tinha uma visão sobre a vida de vanguarda. Isso foi fundamental para ela se tornar quem ela se tornou”, destaca Thalita Vaz, produtora do filme.

Segundo o diretor Nilson Eloy, a construção do roteiro contou com a consultoria da escritora Constância Lima Duarte, estudiosa de Nísia e autora do livro - Nísia Floresta Presente: Uma Brasileira Ilustre. “Conversei muito com ela, que também nos orientou quanto à construção do figurino”, comentou o diretor. Ele conta que a pesquisa ainda teve a ajuda do pesquisador Luiz Carlos Freire na organização das informações. “É uma ficção baseada na história de uma personagem real. A ideia é que este curta seja um ponto de partida para captar recursos para um longa-metragem ou minissérie”, adiantou o diretor.

O curta foi rodado nas fazendas Engenho Lagoa do Fumo e Olho D’água, ambas no município de São José do Mipibu. O elenco principal conta com os atores: Titina Medeiros, como Antônia Clara (mãe de Nísia), Rogério Ferraz, como Dionísio (Pai de Nísia), Alice Dantas, como Dionísia aos 07 anos, Isadora Gondim, como Dionísia aos 14 anos e ainda Maria Di Lia, como Dionísia em sua fase adulta. Também compõem o elenco: Thazio Menezes, Stefany Tavares, Alex Benigno, Nilson Eloy, Camilla Natasha, Thalita Vaz, João Gabriel Medelima, Gabriel Tavares, Doc Câmara, Enio Cavalcante, Paulo Lima Firmino, Francisco Júnior, Fernanda Cunha, Marcelo Chaves, Janine Vaz, Lucas Gabriel Vaz, John Evangelista, Sebastião da Cunha, Dayse Emanuela, Fernanda Abreu e Renatho Andriolla.

A direção de fotografia é de Johann Jean; figurino: Rosângela Dantas; direção de arte: Romy Rauen; som direto: Paolo Araújo; preparação de elenco: Márcia Lohss; produção executiva: Thalita Vaz e direção de produção: Paulinha Maux; realização: Engenho Audiovisual e coproduções: Com Arte Cultural e Praia Filmes HD.

O filme “Dionísia – Poema Além da Floresta” conta com recursos via Lei Aldir Blanc do município de Nísia Floresta, através da Secretaria de Esporte, Laser, Cultura e Turismo, e do estado do Rio Grande do Norte, através da Fundação José Augusto, Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

📌Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário