quinta-feira, fevereiro 20, 2020

Major faz registro na delegacia contra Cid Gomes por "tentativa de homicídio"

Imagens: Reprodução

A tentativa do senador Cid Gomes de furar um bloqueio policial durante uma manifestação em Sobral, no Cerará, resultou em prejuízos não apenas físicos para ele, já que foi alvo de disparos de arma de fogo, como para a sua imagem como político.

Gomes foi fortemente criticado por sua atitude, especialmente pela categoria policial. Uma das pessoas que reagiram contra o senador, mas de forma legal, foi a deputada federal e Major da Polícia Militar do Rio de Janeiro, Major Fabiana. Ela esteve na 34° Delegacia de Polícia em Fortaleza para registrar queixa por "tentativa de homicídio" contra o senador.

"Na 34° DP, em Fortaleza, registrando a tentativa de homicídio do Sen. Criminoso Licenciado Cid Gomes contra os PMs do 3° BPM. Inacreditável essa conduta, fica até difícil de expressar opiniões serenas nesse momento! @capitaowagnersousa @capitaoalbertoneto", escreveu a deputada.

Major Fabiana também postou um vídeo do momento em que faz o boletim de ocorrência. Ela observou que "após a tentativa frustrada de dialogar com o governador petista Camilo Santana no Palácio do Governo no Ceará, nos dirigimos ao batalhão para conversar com nossos companheiros policiais".
Cid Gomes foi atingido por um tiro no tórax e também ferido no supercílio, segundo a equipe do político, mas está fora de risco.


Nenhum comentário:

Postar um comentário