sexta-feira, janeiro 01, 2021

Por Erick, O Caçador: MORAL DA HISTÓRIA DA PRAGA CHINESA NO BRASIL, ATÉ AQUI

Imagens: Reprodução

O Brasil vive a Era da Pós-Verdade. A Tênia Socialista decretou que não importa a verdade dos fatos, pois a História deve ser tratada como Estória e servir apenas à manipulação das massas. A mentalidade Socialista  é a de que a verdade é um conceito moral superado, como os demais conceitos cristãos. A pós-verdade deve assegurar que as pessoas acreditem na TV, em artistas de vida transviada e nos prepostos fanatizados de Esquerda. O discurso autorizado é de ódio,  mas é ódio do bem: aterrorizar a população e trabalhar pelo caos faz parte. Teve a narrativa esdrúxula da ascensão de uma Ditadura Homofóbica (2018), a narrativa das queimadas na Amazônia (2019) e, agora (2020), o conto é sobre o fim do mundo numa Pandemia. Vamos tratar apenas sobre essa última peça política do Brasil da Pós-Verdade.

A Esquerda, com endosso de Mandetta, condenou milhares de pessoas à morte, mandando-as ficarem em casa até sentirem falta de ar, quando isso já é o estado terminal. Esse estágio era e continua sendo tarde demais para o tratamento contra a peste chinesa.

Montaram hospitais descartáveis de campanha ao custo de milhões de reais, sem necessidade, enquanto dezenas de hospitais tem setores e andares ABANDONADOS que poderiam ter sido adaptados com todo o suporte de oxigênio, UTI, pessoal e tudo o mais que é necessário para atender às emergências por covid 19.

Por razões insanas, puramente ideológicas, os Esquerdistas passaram a negar a eficácia da medicação que melhor previne e trata a doença. Com essa atitude, colaboraram para  a disseminação da peste e, inclusive, gestores de Esquerda sonegaram esses medicamentos ao povão que procurou o Sistema Público de Saúde. Interessante é que todo Esquerdista que fica doente toma Ivermectina e Azitromicina, os tão mal falados "remédios do Bozo".

Governadores irresponsáveis e corruptos (todos de Esquerda) compraram respiradores no Nordeste e em SP por valores de $ 230 mil reais, superiores ao custo de uma BMW zero quilômetro. Os casos de desvios de recursos públicos destinados à saúde tem potencial para ensejar uma nova edição da Operação Lava-jato: é o escândalo "Covidão".

Fecharam o Brasil com esse equívoco sem confirmação científica de lockdown, milhões de empregos e milhares de empresas foram perdidas - e o que adiantou? Nada. Como Bolsonaro alertou, a consequência econômica veio. Os mesmos nefelibatas que disseram que "vidas valem mais que dinheiro" agora reclamam do preço das coisas.

O STF impediu o Governo Federal de tomar medidas unificadas, cada Estado fez o que quis - e veja o resultado! Essa postura não pode ser explicada no campo do Direito, a não ser que haja contemplação de um ativismo judicial de oposição política ao Governo Federal. Como legado jurídico, o Brasil está impedido para sempre de ter uma estratégia unificada de saúde pública.

Aglomerações foram liberadas no carnaval e durante as eleições... será que combinaram um recesso com o vírus chinês?

O Judiciário libertou 40 mil CRIMINOSOS de alta periculosidade nas ruas, e os desinformadores de sempre continuam propagandeando medo de vírus. Se o certo é ficar recluso, por que soltam tantos criminosos presos? Já acabou a pandemia de Violência, que é anterior à peste chinesa?

... Até aqui, é isso. Mas ainda tem a Vacina que custará bilhões aos cofres públicos, tendo apenas "50% de eficácia". Isso quer dizer que mesmo depois de vacinado, é normal se você ficar doente, então deverá se comportar como se não houvesse sido vacinado porque não está imunizado de verdade. Pra que vacina, então? Resposta: a vacinação, incluindo seu custo aos cofres públicos, não objetiva a saúde da população, mas atende a outros interesses.

MORAL DA HISTÓRIA: Os militantes políticos e ativistas judiciais da Esquerda estão lhe tangendo como gado, para tirar proveito nas suas costas. Corrupção é pouco, dessa vez. Agora mexeram com sua vida e a de sua família. 

2021 promete!

Erick Guerra, O Caçador

📌Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário