segunda-feira, abril 12, 2021

SESED: Assaltos a ônibus em Natal têm redução de 77% no mês de março

Imagens: Reprodução

O sistema de transporte público da capital potiguar registrou uma redução de 77,4% no número de assaltos. Isso, quando comparado o mês de março deste ano com o mesmo período do ano passado. 

Segundo o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal (SETURN), em março de 2020 ocorreram 31 assaltos a ônibus em Natal, contra 7 crimes da mesma natureza registrados em março de 2021. Os números foram repassados à Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análises Criminais (Coine) da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED), que filtrou e consolidou as informações.

Para o titular da SESED, coronel Francisco Araújo Silva, a queda nas ocorrências de roubos a ônibus em Natal se deve a uma melhor análise das manchas criminais e maior eficácia na distribuição de efetivos ao longo dos principais corredores de transporte público da cidade. “Pelo terceiro mês consecutivo, conseguimos reduzir este tipo de crime na capital do estado. E isso é muito importante para dar mais tranquilidade à população, que precisa usar o transporte público para se locomover”, acrescentou. 

Em fevereiro, a redução foi de 68,75% no total de roubos a ônibus, também em comparação ao mesmo período de 2020. Em janeiro deste ano, comparando com o primeiro mês de 2020, a queda foi de 40,7%. 

No acumulado deste primeiro trimestre, a capital potiguar soma 28 assaltos a ônibus, o que significa uma redução de 62,1% em comparação aos primeiros três meses de 2020. Veja:

– Em 2020, foram 27 assaltos a ônibus registrados em janeiro, 16 em fevereiro e 31 em março. 

– Em 2021, foram 16 assaltos a ônibus registrados em janeiro, 5 em fevereiro e 7 em março

Em 2019, o SETURN registrou 479 roubos a ônibus em Natal, contra 213 ocorrências em 2020 – o que significa uma redução de 55,5%.

📌Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário