sábado, dezembro 11, 2021

Governadora visita obras do Pró-Moradia no Vale do Açu

Programa reativado após 12 anos, graças à contrapartida do Governo do RN, vai erguer 765 moradias em 46 municípios de todas as regiões do estado

Imagem: Reprodução

As obras de construção das casas do Pró-Moradia em São Rafael e Carnaubais já tem prazo previsto para terminar. Fevereiro, no caso de São Rafael, e março as de Carnaubais, segundo informações repassadas à governadora Fátima Bezerra na visita que ela fez nesta sexta-feira (10) aos canteiros de obras nas duas cidades.

O programa foi reativado após 12 anos, graças à contrapartida do Governo do Estado, e vai erguer 765 moradias em 46 municípios de todas as regiões do Rio Grande do Norte. São 15 casas em São Rafael e 16 em Carnaubais.

"Estou feliz porque esse programa beneficia pessoas em situação de vulnerabilidade social, que vão ter direito a sua casinha para morar com dignidade. Lembrando que, além da casa, eles vão receber também as escrituras dos imóveis. Espero que, no mais tardar, em fevereiro, eu possa vir aqui para celebrarmos essa conquista, entregando as casas a quem é de direito, que é a população que mais precisa", disse a governadora na visita ao Pro-Moradia de São Rafael.

Cada município contemplado vai receber investimentos médios de quase R$ 1 milhão, movimentando a economia local e gerando empregos.

O Pró-Moradia vai contemplar na primeira fase 18 municípios, sendo destinado a famílias em situação de risco social. A retomada do Pró-Moradia, conduzido pela Companhia Estadual de Habitação e Desenvolvimento Urbano (Cehab/RN), só foi possível devido ao comprometimento do Governo do Rio Grande do Norte na garantia dos recursos estaduais e federais. A Caixa Econômica é responsável pelo suporte técnico, acompanhamento e financiamento do programa, aportando recursos na ordem de R$ 44 milhões. Os outros R$ 11 milhões são frutos da contrapartida estadual via Fundo de Combate à Pobreza (FECOP).

Outros dois contratos já estão em fase de licitação, beneficiando outros 23 municípios, e o último contrato em trâmite para licitação, este contempla Natal com 90 casas. As moradias têm 40,92 metros quadrados divididos por dois quartos, banheiro, área de serviço, sala e cozinha.

Estão previstas construções em todas as regiões do RN, variando entre 14 e 100 imóveis erguidos, dependendo da localidade. O maior número de moradias será em Natal. Os critérios técnicos de escolha para os municípios seguiram fundamentos exigidos e apontados pela instituição financeira.

📌Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário