sábado, julho 13, 2019

Caico: Lidimario Santos relata situação de penúria da rede hospitalar municipal

Imagem: Reprodução
Venho aqui relatar um problema que vem causando transtorno a população caicoense nos últimos dias.
Segundo relato de um cidadão de Caicó, o mesmo levou seu neto ao Hospital Regional do Seridó para atendimento médico, pois encontrava-se com muita febre, e cansaço, a criança tem apenas 3 anos de idade, e o avô da criança conversou com o médico para que eles fizesse um Raio-X para verificar os pulmões da criança, resposta obtida é que não teriam como fazer, pois o aparelho de raio-x está quebrado, isso no Hospital Regional do Seridó referência de Caicó que recebe pessoas de toda região do Seridó e até mesmo do Estado da PB. O médico de plantão prescreveu a medicação para a criança chamada Besetacil, caros amigos nem medicação o hospital disponhe para atender a criança, o pai da criança teve que se deslocar até o centro da cidade para comprar a medicação para que o hospital possa aplicar. A pergunta que eu faço aqui é a seguinte: Até quando senhores políticos desta cidade vão fazer vistas grossas para real situação de penúria da rede hospitalar do município de Caicó?
(Desabafo do avô da criança)
O ministério da saúde publicou nas redes sociais que para o RN já foi liberado somente esse ano mais de 142 milhões para serem utilizados na redes hospitalares do Rio Grande do Norte, dinheiro para a manutenção dos hospitais do estado, então não é falta de dinheiro. A UNICARTE está desde de Janeiro com vários medicamentos em falta. Medicamentos esses que são para aquelas pessoas que não tem condições de comprar, e nosso governo está deixando faltar. Isso é muito triste.



Nenhum comentário:

Postar um comentário