sexta-feira, dezembro 10, 2021

Poder Legislativo de Mossoró garante aprovação da LOA para o exercício 2022

Na sessão desta quarta-feira (8), a Câmara deu lição de maturidade e espírito público. Confirmou, na prática, a importância do diálogo e do respeito aos contrários

Imagem: Reprodução

Na Câmara Municipal de Mossoró, a atual legislatura passou por prova de fogo, nesta quarta-feira (8) . Sessão tensa, manifestantes nas galerias, pressão, projeto polêmico em pauta. Ingredientes ideais para uma crise política. O resultado, entretanto, foi satisfatório, e a sessão terminou em paz.

Todas as partes, ao final, saíram ganhando: governismo, com aprovação da Lei Orçamentária Anual (LOA) 2022. Bancada de oposição, que aprovou mais emendas do que inicialmente previsto. E representantes da classe artística, que, após protesto no plenário, tiveram pleito atendido.

Para isso, contudo, foi fundamental a atuação de alguns atores. É o caso do presidente da Casa, Lawrence Amorim. Moderado, garantiu tranquilidade aos trabalhos, mesmo no momento mais tenso do protesto nas galerias. Suspendeu a sessão e convidou artistas ao diálogo.

O líder do governo, Genilson Alves, também se destacou. Fez a interlocução entre manifestantes, vereadores da oposição e da situação. Parlamentares oposicionistas, como Marleide Cunha e Francisco Carlos, com Pablo Aires (independente), também foram fundamentais.

Com isso, na sessão desta quarta-feira (8), a Câmara deu lição de maturidade e espírito público. Confirmou, na prática, a importância do diálogo e do respeito aos contrários. Em outros tempos, provavelmente a postura teria sido diferente, como o resultado: a LOA sem ser aprovada.

📌Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário