sexta-feira, janeiro 10, 2020

Câmara dos EUA vota a favor de restrição de poderes bélicos de Trump

Imagem: Reprodução

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos (EUA) aprovou resolução com o objetivo de limitar a capacidade do presidente Donald Trump de realizar mais ações militares contra o Irã. Nessa quinta-feira (9), membros da Câmara, que é dominada pelos democratas, votaram, em sua maioria, de acordo com a posição do partido.
A votação foi feita após o assassinato, pelos Estados Unidos, na semana passada, em Bagdá, de um comandante militar de alto escalão do Irã, Qassem Soleimani. Trump deu ordens para o ataque a drones sem consulta prévia ao Congresso.
Os democratas, da oposição, acusam Trump de elevar o risco de uma guerra, argumentando que o presidente é obrigado, por lei, a consultar o Congresso “em todas as instâncias possíveis” antes de autorizar o uso da força.
A resolução proíbe que o presidente use as Forças Armadas dos EUA contra o Irã sem autorização do congresso ou uma declaração de guerra, com exceção de casos de autodefesa. A resolução terá de ser submetida ao Senado, que é liderado pelos republicanos. Segundo órgãos da mídia norte-americana, mesmo se o Senado aprovar a medida, Trump vai provavelmente bloqueá-la.

Nenhum comentário:

Postar um comentário