quinta-feira, setembro 24, 2020

MACAU: Prefeito Túlio diz: “Liminar não é detergente para limpar ficha suja e Justiça não é lavanderia”.

 

Imagens: Reprodução

O prefeito de Macau, Túlio Lemos, reagiu indignado à tentativa de manipulação da opinião pública em relação ao fato do ex-prefeito José Antonio Menezes ter conseguido manter uma liminar que suspende provisoriamente os efeitos de sua inelegibilidade, pelo fato do ex-gestor ter sua administração reprovada pelo Tribunal de Contas do Estado: “Não vamos inverter as coisas.


A verdade é que Zé Antônio teve sua gestão reprovada por um órgão técnico como o Tribunal de Contas e agora tenta politizar a situação. O fato inquestionável é que ele é ficha suja, pois foi condenado por órgão colegiado e está tentando mudar essa realidade na Justiça através de liminar, mas ele precisa entender que liminar não é detergente para limpar ficha suja e a Justiça não é lavanderia”.

Essa não é a primeira vez que o ex-prefeito Zé Antônio se envolve com problemas na Justiça. Em 2016 ele concorreu à eleição mesmo estando condenado por crime eleitoral e estando inelegível. Fez discurso durante toda a campanha afirmando que podia ser candidato. Ao final do pleito a verdade apareceu: para a Justiça Eleitoral a candidatura de Zé Antônio não existiu e seus votos sequer foram contabilizados. 

Em 2020, Zé Antônio novamente se apresenta como candidato, apesar de ter várias condenações por má gestão no TCE e TCU, o que o coloca na relação dos ficha sujas. O caso da inelegibilidade do ex-prefeito será levado à Justiça Eleitoral e o desfecho será conhecido nos próximos dias.

📌Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário