junho 23, 2021

Homem dado como morto pelo ITEP é achado vivo em Natal; órgão lamenta ocorrido

Imagens: reprodução

Um homem natural de Caicó e identificado como André Fernandes da Silva, de 35 anos, que estava desparecido desde o dia 11 de junho, apareceu na manhã desta quarta (23) em Natal. O detalhe, no entanto, é que a família recebeu do ITEP a declaração de óbito de André no último sábado (19). 

A mãe de André havia levado a identidade dele para reconhecimento das digitais no órgão e também para ela reconhecer o corpo. Ao ver o cadáver, no entanto, a mãe disse que aquele não era seu filho, o que também foi confirmado ao serem comparadas as impressões digitais.

No entanto, por erro, um funcionário do ITEP já havia emitido a declaração de óbito em nome de André, que apareceu vivo na manhã desta quarta (23) na residência de familiares, em Natal. O corpo em análise não chegou a sair do ITEP, segundo informações do órgão. Por meio de nota, o Itep lamentou a confusão e classificou a situação como "extremamente constrangedora". 

Leia abaixo:

Sobre o caso em questão, o Itep lamenta a situação extremamente constrangedora e lamentável para a família, que já passava por momentos difíceis. Até o momento sabemos que, de maneira equivocada, a família foi informada, por telefone, de que um corpo não identificado que está no Itep seria de André Fernandes da Silva.

No momento em que familiares foram fazer a identificação na sede do Itep, a mãe de André Fernandes afirmou que não era o filho dela. Nesse momento, o servidor de plantão do Itep fez a comparação de digitais e realmente constatou que não se tratava de André.

O Instituto irá abrir um procedimento administrativo para entender as circunstâncias do erro para que isso não volte a ocorrer. Mais uma vez, lamentamos toda a situação e afirmamos que a prática não condiz com o padrão de eficiência do Itep/RN.

📌Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário