sexta-feira, junho 11, 2021

Justiça de São Paulo condena Henrique Eduardo Alves

Imagem reprodução 

O ex-deputado Henrique Alves foi condenado nesta sexta-feira, pela 2º Vara da Família de São Paulo (SP), a pagar as mensalidades deixadas em aberto da Faculdade de Medicina do filho caçula, que se viu obrigado a trancar o curso por falta de pagamento.

A condenação ocorreu em primeira instância, o ex-deputado recorreu à instância superior que não acatou o recurso e devolveu ao juiz que decidiu pela condenação.

As ações impetradas pela defesa do estudante foram rebatidas pelo advogado de Henrique.

Para a justiça de São Paulo, se referindo ao recurso do ex-deputado, os embargos declaratórios são meramente protelatórios. Tipo, a defesa de Henrique empurando com a barriga.

Rejeitados os embargos, a justiça determinou a imediata penhora dos ativos financeiros até o limite do valor atualizado do débito, que monta R$ 54.324,47, além de multa diária de 2 mil reais por dia de atraso na regularização da situação de Alves perante a Universidade.

Thaisa Galvão

📌Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário