sexta-feira, junho 18, 2021

Suposta compra de votos resulta em prisão de vereadores em Parnamirim

Imagens: reprodução

Até o momento, a Operação Dízimo, deflagrada pelo MPRN, na manhã desta sexta-feira (18), resultou na prisão de dois vereadores de Parnamirim e mais um ex-vereador: o vereador Professor Ítalo, a vereadora Rhalessa de Clênio e o ex-vereador Pastor Alex ; as prisões são decorrentes de processo investigativo realizado pelo GAECO/MPRN acerca de supostos crimes eleitorais.

Os mandados de prisão foram cumpridos ainda primeiras horas do dia na cidade de Parnamirim e investiga supostas práticas crimes eleitorais, como por exemplo: a compra de votos nas últimas eleições municipais.

Sobre

A Operação Dízimo investiga o crimes de falsidade ideológica eleitoral, lavagem de dinheiro, peculato e associação criminosa na cidade de Parnamirim. Ao todo, a operação Dízimo cumpre mandados de prisão temporária e outros, de busca e apreensão em Parnamirim.

Ao todo, a operação Dízimo cumpre mandados de prisão temporária e outros, de busca e apreensão em Parnamirim. A ação contou com a participação de 15 promotores de Justiça do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), 17 servidores do MPRN e 68 policiais militares.

📌Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário