segunda-feira, setembro 27, 2021

Vereador Railton pede união da classe política na luta pela permanência das UTIs do Hospital Regional de Apodi

Imagens: Reprodução

Desde que os casos de Covid-19 amenizaram no município de Apodi, há um receio da população de que o Hospital Regional Hélio Morais Marinho, situado na cidade, perca os leitos de UTI que recebeu após o início da pandemia. Por causa disso, o vereador Railton Diógenes iniciou uma campanha na Câmara e também nas redes sociais pedindo a união da classe política na luta pela permanência das UTIs.

A campanha havia recebido o apoio de vários companheiros vereadores e até do presidente da Assembleia Legislativa Ezequiel Ferreira, após o pedido do prefeito Alan Silveira.

No entanto, na manhã desta segunda (27), a Secretaria de Saúde do Estado anunciou, em ofício, que vai fazer a retirada dos leitos de UTI e a reversão dos leitos clínicos e de ventilação pulmonar para o atendimento a pacientes com outras comorbidades.

“É inadmissível aceitarmos isso calado. O Hospital de Apodi atende toda a região e jamais recebeu um investimento em sua estrutura como esse, que só aconteceu devido a pandemia. Agora querem retirar os equipamentos, podendo mantê-los no hospital para atender pacientes graves de Apodi e das cidades vizinhas”, comentou Railton Diógenes.

O vereador destaca que a classe política precisa falar em uma só voz, tanto oposição quanto situação à governadora Fátima Bezerra. “Precisamos nos unir e lutar pela permanência dos leitos em nossa cidade, nossa região. A conquista das UTIs é de Apodi e servirá para todos, independente de bandeira partidária”, concluiu Railton.

A Sesap alega que o Hospital Regional de Apodi não possui o perfil assistencial e os itens necessários para a permanência dos leitos de UTI’s após a pandemia.

📌Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário