terça-feira, julho 28, 2020

Prefeito de Macau Túlio, reconhecendo e valorizando os servidores da saúde, vai paga insalubridade extra.

Imagem: Reprodução
Como vem afirmando em conversas particulares ou em pronunciamento público, sempre que tem disponibilidade de recursos financeiros, a prioridade para o prefeito Túlio Lemos é efetuar pagamento de salários, gratificações ou outra compensação financeira ao servidor público.

Recentemente, em pronunciamento público o gestor municipal explicou as razões do atraso de pagamento aos aposentados e afirmou que todas as receitas extras são voltadas a cumprir com os compromissos salariais. Nesta segunda-feira, 27, ao chegar  às contas do município a ajuda financeira para despesas com a Covid-19 encaminhada pelo governo federal, o prefeito Túlio Lemos autorizou a pagar quase 100 mil reais de insalubridade adicional ao pessoal da saúde, correspondentes aos meses de abril e maio. Junho já havia sido pago. 

Ao pagar R$ 49.812,02, referente a insalubridade do mês de abril e R$ 49.628,38, referente ao mês de maio, a gestão fica em dia com todos os pagamentos dos servidores Efetivos. Da ajuda prevista de R$ 2.428.000,00, a Prefeitura de Macau recebeu R$ 700.00,00, sendo 500 mil reais de Emenda Parlamentar da deputada Carla Dickison (PROS) e 200 mil reais de uma emenda do deputado General Girão. Os recursos estão sendo integralmente utilizados nas ações de combate e tratamento a Covid 19.

📌Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário