quinta-feira, setembro 16, 2021

O advogado que diz ter encomendado a própria morte para filho receber seguro

Meses depois que sua esposa e outro filho foram encontrados mortos, polícia diz que Alex Murdaugh tramou sua própria morte.

Imagens: Reprodução

O proeminente advogado americano Alex Murdaugh tramou sua própria morte para que seu filho pudesse receber US$ 10 milhões (R$ 52 milhões) em seguro de vida, diz a polícia.

A defesa agora confirma que Murdaugh contratou um assassino de aluguel para atirar nele, na expectativa de que seu filho sobrevivente pudesse receber os recursos do seguro. O incidente ocorre apenas três meses depois que a esposa de Murdaugh e outro filho foram encontrados mortos a tiros, a última reviravolta em uma série de tragédias e escândalos que atormentam a família.

Quem são os Murdaughs?

Alex Murdaugh, de 53 anos, é descendente de uma família bem relacionada e com histórico na área de Direito no estado da Carolina do Sul, nos Estados Unidos. Ao longo de três gerações, seu bisavô, avô e pai serviram como o principal promotor de uma região de cinco condados no estado.

Em junho, a esposa de Murdaugh, Margaret, de 52 anos, e o filho Paul, de 22 anos, foram encontrados assassinados perto de sua casa.

No momento de sua morte, Paul também enfrentava acusações criminais decorrentes de um incidente de 2019 no qual as autoridades dizem que ele, embriagado, causou um acidente de barco que deixou uma mulher morta.

Murdaugh foi baleado no início de setembro. Nenhuma prisão foi feita no incidente, que ocorreu um dia depois que Murdaugh se demitiu de seu escritório de advocacia.

O escritório de advocacia mais tarde alegou que ele desviou fundos - que ele teria usado principalmente para financiar um vício em opioide, segundo seu advogado. Murdaugh deu entrada em uma clínica de reabilitação dias após ser baleado.

O que aconteceu?

Murdaugh foi encontrado com ferimentos "superficiais" na cabeça depois de ser baleado em uma estrada em 4 de setembro.

Originalmente, os advogados de Murdaugh alegaram que ele estava trocando um pneu quando um agressor não identificado atirou nele. Ele recebeu alta do hospital dois dias depois.

Agora, a polícia alega — e os advogados de Murdaugh admitem — que ele contratou um assassino de aluguel para atirar nele para que seu filho sobrevivente pudesse receber o dinheiro do seguro.

O atirador, um ex-cliente de 61 anos chamado Curtis Edward Smith, agora enfrenta uma série de acusações criminais, incluindo conspiração para cometer fraude de seguro, agressão e espancamento, suicídio assistido e porte de drogas. Smith se declarou culpado. Embora Murdaugh não tenha sido acusado de cometer crimes, a polícia diz que acusações adicionais são esperadas.

O advogado de Murdaugh disse na quarta-feira que ele elaborou o plano na crença errônea de que seu filho não seria capaz de receber o dinheiro do seguro se ele tirasse a própria vida.

"Ele ligou para esse cara (Smith, que o encontrou na beira da estrada e concordou em atirar em sua cabeça", disse o advogado Dick Harpootlian à emissora americana NBC. "Foi uma tentativa, da parte dele, de fazer algo para proteger seu filho."

Harpootlian acrescentou que Murdaugh está cooperando com as autoridades e não queria que um "crime falso" os distraísse enquanto investigavam o assassinato de sua esposa e filho.

Os crimes estão conectados?

A polícia não acusou ninguém pelo assassinato de Paul e Margaret Murdaugh em junho e não sugeriu que Murdaugh esteja envolvido.

Em declarações ao programa Morning da NBC na quarta-feira, Harpootlian negou que Murdaugh tenha algo a ver com suas mortes.

"Ele está totalmente perturbado", disse Harpootlian. "Ele não os matou."

O caso Murdaugh também levou a polícia a abrir uma investigação sobre a morte de Stephen Smith em 2015, um jovem de 19 anos encontrado morto no mesmo condado, a menos de 16 quilômetros de distância.

Sua morte foi inicialmente considerada por arma de fogo, mas depois classificada como um provável atropelamento. A polícia não disse quais informações foram recuperadas durante a investigação de Murdaugh que os levou a investigar o caso Smith.

Quem matou Paul e Margaret Murdaugh?

A polícia não fez comentários sobre os possíveis suspeitos das mortes de Paul e Margaret em junho.

Após os assassinatos, os irmãos de Murdaugh, Randy e John, disseram não saber se a família tinha inimigos, embora alegassem que Paul havia recebido ameaças.

Na quarta-feira, o advogado de Murdaugh disse que ele não sabe quem matou sua família. No entanto, Harpootlian acrescentou que está investigando "um indivíduo, ou indivíduos, que acreditamos ter alguma culpabilidade ou tê-lo feito".

"Achamos que saberemos esta semana se o suspeito que estamos analisando precisa de um exame mais minucioso", disse o advogado. "Vamos disponibilizar essa informação para as autoridades policiais".

Embora tenha se recusado a dar mais detalhes, o advogado disse que o "motivo seria pessoal".

📌Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário