Drogaria Santa Clara

Drogaria Santa Clara

sexta-feira, janeiro 06, 2017

Por Erick, O Caçador: OS MONSTROS ( CASO MANAUS)

As facções criminosas Família do Norte e PCC se matam faz um tempo. Por estes dias, numa série de batalhas no interior do Sistema Prisional amazonense, proporcionaram a fuga em massa de cerca de duas centenas de presos, em meio a 60 mortes ( números arredondados).


    A Guerra entre esses bandidos é pelo controle da rota de cocaína e pasta base produzidas no Peru e despachadas para o Brasil através do Rio Solimões. Durante os últimos 13 anos (gestão PT no Governo Federal), o volume de mercadorias traficadas por essa rota cresceu enormemente, facilitada pela retirada de guarnições militares e de contingentes da Polícia Federal da Região. Seria esse abandono das fronteiras obra do acaso? Está explicada a facilidade de se encontrar crack ( que é um derivado da cocaína) em qualquer lugar do Brasil! ( Se duvidar, lembre há quanto tempo o crack se tornou uma praga no nosso país: perceba a coincidência de períodos...)
    Voltando à Batalha Presidiária do Amazonas: os presos caídos em combate nos presídios manauaras, defenderam até a morte sua bandeira do crime. No post-mortem, foram mutilados com selvageria primitiva, própria de sua Escória Desumana -  um tipo degeneração da espécie.
    Aí começa o bate-bola:
    O Juiz titular da Vara de Execuções Penais, Luiz Carlos Valois ( membro da Comissão de Direitos Humanos e investigado pela Polícia Federal por suposto envolvimento com facções) diz que "quem legitima e dá poder as facções é a Polícia". Estranho, não? O fato é que o caso concreto envolvendo concessão benefícios ilegais a facções criminosas no Amazonas é um inquérito da Polícia Federal que resultou no afastamento da Desembargadora Encarnação Salgado e em que estão envolvidos advogados, funcionários do Judiciário e etc. O próprio Juiz Valois é um dos investigados. O inquérito versa sobre venda de sentenças judiciais a Organizações Criminosas, inclusive a Família do Norte. Segundo divulgado, o esquema era escancarado dentro do Sistema Penitenciário do Amazonas.
    A Comissão de Direitos Humanos da OAB do Amazonas já apressou-se em "exigir providências" sobre o "massacre". A mesma comissão nunca se pronunciou sobre a condição das vítimas desses criminosos mortos ( todos eles estupradores, assassinos, traficantes, etc).
    O Ministro da Justiça do Brasil, Alexandre de Moraes ( ex- advogado do PCC), que defende publicamente a tese de que "não há Guerra de Facções Criminosas no Brasil", tenta jogar a culpa no governo do Estado do Amazonas - dizendo que o governador já sabia antecipadamente da data da rebelião, mas nada fez. O fato é que o Ministro sabia também, e agiu igual.
    O governador do Amazonas, José Melo ( PROS), foi acusado de "negociar" com a facção criminosa Família do Norte para sua reeleição em 2014. Áudios de escuta telefônica divulgados pela Revista Veja e por jornais de São Paulo, mostram o então Subsecretário de Justiça (!) do Estado, Major Carliomar, em conversa com um dos Líderes da FDN. O traficante prometeu apoio de cem mil votos. Que tal? José Melo foi reeleito. Qual teria sido a contrapartida?
    Os donos da Empresa Umanizzare, administradora de presídios no Estado do Amazonas ( sim! Privatizaram o Sistema Prisional por lá), aparecem em investigação como tendo "doado" 212 mil reais ao ex-Deputado Federal Carlos Souza ( PSD- AM). Carlos Souza é atualmente Presidente da Junta Comercial do Amazonas, nomeado pelo governador José Melo. Além disso, Carlos é réu de processo já concluso para sentença no TJ-AM, onde é acusado de ser uma liderança do Tráfico de Drogas. A quadrilha dele também teria a participação de seus irmãos Wallace e Fausto ( os dois ex-Deputados Estaduais) que, segundo consta no processo, mandavam matar seus rivais no tráfico e depois promoviam reportagens policiais sobre as mortes,  na Rede de TV da família... É o já conhecido vínculo criminoso de sucesso no Brasil: Políticos corruptos + empresários + organizações criminosas + imprensa comparsa, em mais uma história brazuca.
    STF, Governo do Amazonas e etc, já se apressaram em garantias de que as famílias dos "mártires das facções" mortos em ação de guerra no interior do Sistema Prisional recebam polpudas indenizações, que nós ( os contribuintes) pagaremos. Os valores iniciais estimados orçam em torno de nove milhões de Reais.
    A repercussão internacional está grande: imprensa mundial, ONU, o Papa e o escambau - que fecham os olhos para a média anual de 60.000 homicídios no Brasil - estão "consternados" com a "tragédia". Isso como se fosse um absurdo que vagabundos organizados em milícias se engalfinhem até a morte, sem que gente civilizada possa apartar...
    O Presidente Temer tentou se esconder como pode... Mas não deu certo! Agora, ele está preocupado - com a sua própria imagem!
    Dezenas de corpos decapitados, esquartejados, mutilados horrivelmente! Todos eles "vítimas da Sociedade", destroçados por seus "pobres companheiros" de "opressão social". Uma pergunta ecoa: SOMOS NÓS OS MONSTROS?
    Autoridades coniventes, corruptas, ineptas, sob suspeita... A culpa é do povo? SOMOS NÓS OS MONSTROS??
    Fica a pergunta que não quer calar: QUEM SÃO OS MONSTROS? Ora... Chega de hipocrisia!

Erick Guerra, O Caçador




Matheus Burger: 

Promoção válida apenas para pedidos feitos no local. pagamento em espécie terá 10% de desconto em todas as pizzas,

Venha e comprove: Lanchonete e Pizzaria Matheus Lanche, os melhores sanduíches e as melhores pizzas do Vale do Açu.
Fone: 99666-8468
venha e comprove!
Que neste Natal o amor e a esperança aqueçam seus corações e o Ano Novo traga grandes realizações e muita felicidade. Que não faltem a boa comida e os ricos presentes, mas principalmente que haja saúde, alegria e bons sentimentos para compartilhar. E que cada um de vocês celebre estas festas junto da família ou daqueles que mais ama. Feliz Natal e um próspero Ano Novo para todos!

Esse é os votos de boas festas de todos que faz Mateus Burger

Nenhum comentário:

Postar um comentário