terça-feira, julho 14, 2020

Executivo reitera prioridade na manutenção do equilíbrio fiscal do município do Assú

Imagem; Assessoria

Acompanhando atentamente o comportamento econômico-financeiro da administração municipal e observando que no mês de junho de 2020 a Prefeitura do Assú viu suas principais receitas de transferências caírem, juntas, 31% em comparação com o mesmo mês em 2019, redução que correspondeu nominalmente a R$ 2,7 milhões a menos nos cofres públicos, o prefeito Gustavo Montenegro Soares tem endossado a recomendação no sentido de que a máquina pública local observa a permanência do equilíbrio fiscal. O gestor reiterou a orientação num encontro de trabalho vivenciado em seu gabinete, nesta terça-feira, dia 14 de julho, dentro de sua agenda oficial presenciada pelo secretário de Governo, Clebson Corsino.

O prefeito abordou o assunto numa reunião administrativa, com o Procurador Geral Frederico Bernardo e o Consultor Contábil Cezar Matos. Gustavo Soares alertou que o quadro de retração da arrecadação, consequência direta da crise que se instalou a partir do advento da pandemia da COVID-19, é motivo mais que suficiente para que todo o conjunto da gestão se debruce por sobre a adoção de providências que possam levar a uma maior racionalização de custos para que não se verifique risco de comprometimento em algumas obrigações financeiras do poder público. Esta instrução foi dada ao Consultor Contábil, cabendo ao Procurador Geral assegurar o lastro jurídico para a efetivação das medidas que foram necessárias.


📌Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário