sábado, julho 10, 2021

Argentina vence Copa América, e Messi conquista 1º título pela seleção principal

Derrotado por 1 a 0 na decisão, Brasil vive um novo Maracanazzo

Imagem reprodução

A Argentina venceu o Brasil por 1 a 0 na final da Copa América, disputada neste sábado (10) no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, com um público limitado a 10% da capacidade da arena, cerca de 5,5 mil pessoas. Di Maria foi o autor do gol da conquista.

Com o resultado, a seleção argentina principal quebrou o jejum de títulos que já durava 28 anos. Foi também o primeiro título do craque Messi na equipe principal da Argentina. Do outro lado, o Brasil reviveu em 2021 o "Maracanazo" de 1950, como ficou conhecida a derrota para o Uruguai por 2 a 1 na final da Copa do Mundo, também disputada no estádio carioca e uma das piores memórias da seleção brasileira em sua história. 

A última vez que a Argentina havia vencido uma Copa América foi na edição de 1993, no Equador. Desde então, o país perdeu sete finais da competição (1995, 2004, 2005, 2007, 2014, 2015 e 2016), fora a final da Copa do Mundo de 2014, perdida para a Alemanha por 1 a 0.

Jogador mais destacado da seleção argentina e seis vezes considerado pela Fifa o melhor jogador do mundo, Lionel Messi esteve em quatro finais nas quais a Argentina foi vice-campeã: nas edições da Copa América de 2007, 2015 e 2016 e na final da Copa do Mundo de 2014. 

Resumo do jogo: O gol da Argentina foi marcado por Di Maria, que aos 21 minutos do primeiro tempo recebeu um lançamento de longe, alcançou a bola e encobriu o goleiro Éderson, numa falha do lateral brasileiro Renan Lodi. 

O gol de Di Maria tornou um jogo que vinha morno em uma partida mais disputada, com a Argentina se sentindo mais à vontade, o que forçou a seleção brasileira a adiantar a marcação.

O Brasil voltou para a segunda etapa com mais força, e o atacante Richarlison chegou a balançar a rede da Argentina aos 7 minutos, mas o árbitro anulou o que seria o gol de empate da seleção brasileira porque viu impedimento de Neymar, autor fez o passe para o camisa 7. 

A melhora da seleção brasileira, no entanto, não foi suficiente para reverter o resultado.

Jogo com torcida: As associações de futebol de cada país - a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e a Associação de Futebol da Argentina (AFA) - tiveram direito a 2,2 mil credenciais cada. Além disso, outros 1,1 mil convites foram distribuídos pela Conmebol e por patrocinadores na Copa América, totalizando cerca de 5,5 mil torcedores no Maracanã. 

No entanto, parte dos credenciados para assistir ao jogo no estádio teria apresentado testes fraudados de PCR para Covid-19, segundo informou neste sábado a própria Conmebol. O caso está sob investigação.  Muitos torcedores foram vistos sem máscaras nas arquibancadas e se aglomeraram antes da partida.

📌Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário