quinta-feira, fevereiro 10, 2022

Procura por energia solar cresce 124% em um ano e chega a praticamente todas as cidades do RN

Imagem: reprodução

O interesse pela energia solar cresceu 124% no Rio Grande do Norte em 2021. O aumento foi publicado em um levantamento da Associação Potiguar de Energias Renováveis (APER), que apontou que o estado investiu mais de R$ 543 milhões no segmento no último ano.

O crescimento foi maior do que a média nacional (78%) e a do Nordeste (95%) – e a expectativa é de que em 2022 o investimento supere o R$ 1 bilhão no RN.

O relatório aponta ainda que a instalação tem se espalhado por todo o estado. Atualmente, 164 dos 167 municípios do RN possuem pelo menos algum imóvel ou empreendimento com energia solar, o que representa 98% das cidades do estado.

Segundo o levantamento, são mais de 18 mil domicílios residenciais, comerciais e industriais que recebem energia renovável no estado. Em 20 anos, esse aumento foi de mais de 200%, saindo de 6 mil.

Em número absolutos, o Rio Grande do norte fica atrás apenas da Bahia, Ceará e Pernambuco em relação ao investimento em energia solar do RN.

De acordo com o vice-presidente da APER, responsável pelo levantamento, o aumento constante no preço da energia elétrica tem motivado o crescimento nas buscas.

“Os elevados reajustes nas tarifas de energia elétrica, que vêm ocorrendo sistematicamente em índices superiores à inflação nos últimos anos e com perspectiva de novos aumentos reais, têm contribuído para que a energia solar distribuída tenha se tornado extremamente atrativa sob o ponto de vista econômico-financeiro, representando economia imediata e duradoura para os produtores-consumidores e apresentando baixos prazos para o retorno dos investimentos”, comentou .

Por conta das quedas nos volumes dos reservatórios que abastecem as hidrelétricas, a conta de luz tem passado por frequentes aumentos. De 2015 a 2021 a tarifa cresceu mais que a inflação, segundo dados da Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel). Em 2021, a tarifa ficou 16,3% mais cara.

📌Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário