sexta-feira, fevereiro 11, 2022

CLORISA LINHARES CRESCENDO NAS PESQUISAS PRA GOVERNADORA

Imagem: reprodução
Com um cenário político bastante dividido no RN para governador em 2022, e com a governadora altos índices de rejeição, a oposição tradicional vem se gladiando em torno de um nome que caia na graça do povo potiguar. Coisa que não vem acontecendo por uma razão muito simples: todos já estiveram no sistema. 

Embora liderando as pesquisas, a governadora Fátima Bezerra-PT ainda num cenário de primeiro turno, quando se fala em segundo turno, ela perde. Um filme bem parecido com 2002, quando a então pré candidata Vilma de Faria começou com 1%, e ao final ganhou as eleições com mais de 60% dos votos.

Quem vem crescendo nesse jogo de indefinições eleitorais para governadora é a contadora Clorisa Linhares ( Brasil 35), que vem aparecendo nas pesquisas de alguns institutos, com percentual que pode está chegando até o momento 4% dentro de uma margem de erro. Se as eleições fossem hoje Clorisa Linhares poderia ter entre 35 mil e 70 mil votos, o que já uma grande visibilidade como liderança política no estado.

Clorisa Linhares é evangélica, e como tal tem se destacado como a representação do seguimento, para as eleições de 2022. Só poucos ela tem recebido muitos apoios de pastores de várias denominações. Se continuar nessa pisada "a pré candidata do povo de Deus vai longe".

Já a governadora está juntando e tentando ressuscitar as velhas oligarquias estaduais em torno de seu nome, fazendo um grande acordão, abandonando velhos companheiros de partido.

Se o seguimento evangélico abraçar a irmã Clorisa Linhares, ela vai fazer história. Lembrando que cerca de 30% da população é cristã evangélica, o suficiente pra colocar Clorisa no segundo turno.

📌Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.

Um comentário:

  1. E muito difícil decolar. POLÍTICO tem que ter primeiramente falta de vergonha, base política e DINHEIRO. para comprar os amigos do poder. É triste mas, é a realidade.

    ResponderExcluir