terça-feira, fevereiro 08, 2022

Hospital da Polícia em Mossoró reabre depois de 10 anos com leitos Covid

Em Termo de Conduta assinado pelo Estado, Município de Mossoró e Polícia Militar serão abertos 35 leitos clínicos para atendimento de pacientes Covid na Região Oeste

Imagem: reprodução

Depois de 10 anos sem atendimento hospitalar, atendendo apenas ambulatório com oftalmologia e ginecologia, o Hospital da Polícia de Mossoró abre 10 leitos clínicos Covid na manhã desta terça-feira (08). A previsão é que sejam abertos mais 25 leitos nos próximos dias, acompanhando a demanda assistencial Covid na Região Oeste.

"Estamos num momento delicado da variante Omicron, por isso monitoramos diuturnamente os indicadores e a partir da necessidade da ampliação dos leitos foi feita a parceria com o Hospital da Polícia. A variante pressiona por leitos clínicos e a previsão é a abertura de 35 leitos", disse Lyane Ramalho, secretária adjunta da Sesap, durante a inauguração dos leitos.

O investimento é feito a partir de TAC (Termo de Ajustamento de Conduta), em que o pagamento é realizado de acordo com a utilização dos leitos. Cada leito custa em média, por dia, 400 a 500 reais.  "A previsão é que até o final de fevereiro teremos uma pressão intensa e a partir de março as solicitações por leitos comecem a cair", acrescentou a secretária adjunta.

Assinam o Termo  a diretora da Associação de Assistência e Proteção a Maternidade e a Infância de Mossoró – APAMIM, o cooperante, Coronel da Polícia Militar do RN, Alarico José Pessoa Azevedo Júnior, Cel PMRN, Coronel  Demócrito de Almeida Assis Filho, diretor de Saúde da Polícia Militar, o secretário de Saúde do Estado, Cipriano Maia, e a secretária municipal de Saúde de Mossoró, Jackeline Morgana Dantas Montenegro.

A proposta da parceria é que os leitos permaneçam no Sistema Único de Saúde (SUS) para outras patologias na Região Oeste, depois que a pandemia passar. O acordo foi feito pela Sesap junto ao município de Mossoró, tendo acompanhamento do Ministério Público Estadual. "Todo investimento que estamos fazendo agora permanecerá depois da pandemia, para retaguarda de pacientes clínicos", disse Lyane Ramalho.

Serão dez (10) leitos instalados e abertos a partir de hoje (08), mais vinte (20) leitos até o dia 12 de fevereiro e mais cinco (05) em seguida, até o dia 19 de fevereiro.  Para a reunião da abertura dos leitos, participaram 11 dos 12 municípios que compõem a região. Também apoiaram a agenda no território a II URSAP, Gabinete Civil do Governo, Direção do Hospital Regional, associações e representações sociais.

"Estamos em um momento de crescimento de casos confirmados e a previsão é que ainda teremos crescimento de casos e pressão da assistência em todas as regiões de saúde, por isso é essencial que a população mantenha as medidas não farmacológicas, o uso correto da máscara, a higienização das mãos e principalmente a completude do esquema vacinal e a procura pela dose de reforço", finalizou a secretária adjunta da Sesap.

📌Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário