sexta-feira, julho 22, 2022

13º Fórum de Turismo debate temas importantes para o desenvolvimento do setor no RN

E 8ª Femptur acontece nesta sexta e sábado no Centro de Convenções – Eventos são os maiores de fomento ao turismo potiguar, no Estado

Imagem: reprodução

Ideias, trocas de experiências, atualizações, debates e homenagens permearam a abertura do 13º Fórum de Turismo do RN que aconteceu nessa quinta-feira (21), no Centro de Convenções de Natal, com a presença de autoridades, empreendedores, palestrantes e incentivadores do turismo. O evento é um dos maiores de fomento ao turismo potiguar, junto a 8ª Femptur – Feira dos Municípios e Produtos Turísticos do RN, essa, tem início nesta sexta-feira (22) e segue até sábado (23), das 16h às 22h, com entrada e estacionamento gratuitos.

Compuseram a abertura do Fórum, Antônio Roberto Rocha e Gustavo Porpino (Argus Eventos – organizadora dos dois eventos); a secretária de turismo do RN, Ana Maria Costa; o secretário de turismo de Natal, Fernando Fernandes; o deputado estadual, Hermano Morais, representando a Assembleia Legislativa; o diretor regional do Senac-RN, representando o Sistema Fecomércio RN, Raniery Pimenta; o superintendente do Banco do Nordeste, Thiago Dantas, e o gestor de turismo do Sebrae-RN, Yves Guerra.

“A edição do Fórum deste ano tem um protagonismo feminino. Um fator enriquecedor para a história do nosso evento. E estamos aqui, juntos, plantando sementes para ver germinar o crescimento econômico por meio desse jardim chamado turismo. Esse, que tem total condição de se desenvolver cada vez mais, e é isso que nos move”, comenta Antônio Roberto Rocha ao dar boas-vindas.

A primeira palestra “Estratégias de Gestão Pública e Promoção dos Destinos”, com Dra. Mariana Aldrigui (Fecomércio-SP), contou com Fernando Fernandes como mediador, Thiago Dantas e George Costa como debatedores, trazendo discussões enriquecedoras para a transformação e ampliação do turismo na região. “O RN está de parabéns pela estratégia que utilizou nesses últimos anos de pandemia, reorganizando a promoção de turismo para os estados vizinhos, e dentro do Estado, passando a não depender somente dos turistas do sudeste, por exemplo. E, o Brasil, não pode depender do turismo internacional. Temos que quebrar paradigmas! Há muito a ser feito por esse setor no país”, defende Mariana.

Turismo de Experiência; Turismo e a Nova Economia; Sustentabilidade; Tendências e Regionalização do Turismo também foram discutidas através de nomes importantes como: Jacqueline Gil (Ampliamundo), Analuíza de Andrade Lopes (Sebrae Nacional), Ana Carla Moura (Ministério do Turismo), Alessandra Lontra (Turismóloga e Jornalista – PB), e Isabella Ricci (Turismóloga e Colunista – Estado de Minas).

📌Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário