segunda-feira, maio 27, 2019

Vereador e mais 10 pessoas foram presos na Operação 10º Mandamento

Foto: MPRN
A operação 10º Mandamento, deflagrada hoje pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) (Leia AQUI), resultou na prisão do vereador Emilson de Borba Cunha e outras dez pessoas. Eles foram presos por suspeita de terem cometido os crimes de peculato, corrupção passiva, corrupção ativa, fraude a licitações e ocultação de bens e valores.

As investigações da operação 10° Mandamento foram iniciadas em maio do ano passado e tratam de crimes cometidos entre 2017 e 2018, período em que Emilson de Borba Cunha, conhecido por Lula, era presidente da Câmara Municipal de Guamaré. Foi verificada a continuidade da prática dos crimes, mesmo após esse período, se estendendo até os dias atuais. 

Além dele, foram presos preventivamente Júlio César Costa de Oliveira, ex-diretor-geral da Câmara; Júlio César Cerqueira de Oliveira, ex-chefe de departamento de almoxarifado e presidente da comissão de licitações; e os empresários Rogério Soares de Lima e Leandro Régis da Silva. Foram presos temporariamente: Geraldo de Morais Lima, José Wilton Belarmino do Nascimento, Mônica da Silva Barros de Oliveira, Adeilson da Silva Miranda, Priscilla Laurindo da Silva e Ana Paula da Silva.

Fonte: 
http://rabiscosdosamueljunior.blogspot.com/?m=1


Nenhum comentário:

Postar um comentário