quinta-feira, maio 09, 2019

Com voto de Jean-Paul Prates, Moro perde a Coaf

Imagem: Reprodução
A comissão especial da Reforma Administrativa que reestruturou o governo Jair Bolsonaro impôs uma derrota ao Planalto ao aprovar, ontem (9), com o voto do senador potiguar Jean-Paul Prates (PT), a transferência das atividades do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) do Ministério da Justiça para o Ministério da Economia.

Horas depois de a comissão especial do Congresso Nacional votar pela saída do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) do MJSP (Ministério da Justiça e Segurança Pública), o ministro Sergio Moro disse que a decisão "não foi muito favorável" e que a articulação do governo falhou ao tentar convencer os parlamentares. Apesar do lamento, o ministro afirmou que, independentemente da decisão, o governo vai continuar a fortalecer o órgão. "Nós conversamos e dialogamos e tentamos explicar. Aparentemente não fomos bem-sucedidos em relação à decisão da comissão", falou Moro 


Nenhum comentário:

Postar um comentário