Drogaria Santa Clara

Drogaria Santa Clara

sexta-feira, outubro 27, 2017

“Não quero Lula preso, quero Lula julgado”, diz Bolsonaro em entrevista

Imagem: Reproduçãomeuip.co
Pré-candidato ao Palácio do Planalto, o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) criticou o andamento do processo na Justiça contra o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, que também é cotado para concorrer ao pleito presidencial em 2018.
“Não quero Lula preso, quero Lula julgado. Nossa Justiça não pode continuar sendo tão morosa como é”, disse o deputado no programa Mariana Godoy Entrevista’, da Rede TV, na série “Presidenciáveis”, que vai ao ar nesta sexta-feira (27) às 22h20.
Apontado como candidato da extrema-direita, Bolsonaro negou apoiar o neonazismo. “Neonazistas não vão encontrar eco em mim com as propostas deles de jeito nenhum. Conheci o Museu do Holocausto em Israel no ano passado e vi o sofrimento daquele povo. Você se emociona quando vê o que aconteceu de verdade”, disse.
Na avaliação de Bolsonaro, há uma relação entre a política de desarmamento e o sistema ditatorial. O deputado chega a comparar o nazismo com os governos do PT e da Venezuela. “Hitler desarmou os judeus antes de partir para uma ditadura e o governo do PT também desarmou o povo brasileiro. A Venezuela também fez isso com seu povo em 2014 e olha o que está acontecendo lá. Sou favorável a pró-armas, não quero jamais falar em ditadura.”

Privatizações e direito de matar

O pré-candidato também condenou os investimentos chineses no Brasil. “A China não está comprando no Brasil, ela está comprando o Brasil. Você não está privatizando as estatais, você está estatizando para os chineses. Toque de caixa, onde abre-se um projeto para a entrada de engenheiros aqui no mercado de trabalho do Brasil, mesmo tendo aí dezenas de milhares de engenheiros desempregados”, afirmou Bolsonaro.
Bolsonaro afirmou também ter o desejo de alterar o sistema de segurança brasileira. Tanto a Polícia Civil como Militar, segundo ele, deveriam ter imunidade para matar durante as operações. “Havendo reação, ela [a polícia] tem o direito de matar. Se matar, com dois, três ou vinte tiros, ele [policial] responde, mas não há punição”, defendeu.
O presidenciável disse que dar “carta branca para o policial atirar para matar” é a solução para combater a criminalidade no Brasil. “O ser humano só respeita o que teme”, alegou.
VENHA SE DELICIAR COM A MELHOR CARNE DE SOL DA REGIÃO E A MACAXEIRA FRITA MAS CROCANTE, AONDE NA CHURRASCARIA  OBARANDÃO, E AGORA  DISPONIBILIZAMOS DE SELF-SERVICE PARA MELHOR ATENDER NOSSOS CLIENTES, NA RUA VEREADOR JOSÉ BEZERRA DE SÁ PRÓXIMO AO CENTRO ADMINISTRATIVO.
A PERDA DE UM ENTE QUERIDO DEIXA TODA UMA FAMÍLIA FRAGILIZADA. NO MOMENTO DE DOR, PLANO DE ASSISTÊNCIA FAMILIAR VIDA NÃO SÓ SE SOLIDARIZA COM OS PARENTES COMO TAMBÉM  COLOCA  EM PRÁTICA TODOS OS PRECEITOS E OBRIGAÇÕES CONSTANTES NO PLANO DE ASSISTÊNCIA FAMILIAR. TUDO É FEITO COM SENSIBILIDADE E DISCRIÇÃO. MAS COM A EFICIÊNCIA DE PROFISSIONAIS CAPACITADOS E CONSTANTEMENTE APERFEIÇOADOS.


Nenhum comentário:

Postar um comentário